sábado, 31 de outubro de 2009

Halloween



O halloween no Brasil é chamado de Dia das Bruxas. Sua celebração acontece  no dia 31 de outubro, dia que antecede o dia dos finados. Acredita-se que na passagem dessa noite, as almas saem de seus túmulos e partem pelas ruas amedrontando todos aqueles que estão por perto. 
O dia das bruxas se infiltrou em nossas comemorações de forma tímida, pois o Brasil, país que celebra as coisas boas da vida, não se vê em meio a festividade à mortos. Apesar de sua pequena influência, pode ser vista em escolas, clubes, casas noturnas e shoppings centers de várias cidades, mas como dito anteriormente, não adquire força expressiva já que nem o folclore local é efetivamente comemorado. Muitos nacionalistas dão créditos a influência do imperialismo cultural americano à vinda do halloween, porém alguns brasileiros localizados em São Luiz do Paraitinga cidade paulista, decretou o dia 31 de outubro como o dia oficial do Saci Pererê em protesto à inclusão do Halloween. A maioria das manifestações critica a posição dos brasileiros em importar a cultura americana já que o país tem grande diversidade folclórica que não é aproveitada e comemorada.
Apesar de todo o esforço da imprensa em destacar essa festividade norte-americana, os brasileiros não costumam se apegar à festa. É na maioria das vezes comemorada pela elite, pessoas que vivem apenas do que é estrangeiro e por poucas pessoas das classes médias e baixas dão considerações à noite do halloween. No Rio de Janeiro as manifestações são caracterizadas por placas espalhadas pela cidade opondo tal prática e ainda em pedido ao retorno das considerações brasileiras, isto é, dar valor e importância as crenças nascidas no país deixando manifestar o patriotismo dentro de nossa cultura.

Por Gabriela Cabral
Equipe Brasil Escola

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Carta-testamento de Getúlio Vargas


Mais uma vez, a forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e novamente se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam, e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes.
Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. Quis criar liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobrás e, mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre.
Não querem que o povo seja independente. Assumi o Governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano. Veio a crise do café, valorizou-se o nosso principal produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia, a ponto de sermos obrigados a ceder.
Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo, renunciando a mim mesmo, para defender o povo, que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar, a não ser meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida.
Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Quando vos vilipendiarem, sentireis no pensamento a força para a reação. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com o perdão.
E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo de quem fui escravo não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue será o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Os 3 porquinhos versão "Mano"

Lula Explica Como Perdeu o Dedo

Confere aí o Lula explicando como perdeu o dedo em uma entrevista a Jô Soares.
O lula é muito engraçado


Dia do Fico

"Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico". (D. Pedro I, 9 de janeiro de 1822).



Um dos fatos mais importantes de nossa história e graças a esse movimento (não somente esse) ajudou o Brasil a se tornar independente de Portugal 


Em Portugal, revolucionários portugueses haviam tomado o governo e proclamando a criação das Cortes Constitucionais, uma assembléia representante do povo português que iria criar uma constituição para o Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves. Além da criação de uma constituição, e a intenção de retirar a Inglaterra do governo português, as Cortes queriam recuperar economicamente as finanças portuguesas com uma recolonização do Brasil. Queriam então que D. Pedro deixasse o Brasil.



José Bonifácio de Andrada e Silva, como membro do governo provisório de São Paulo, escreveu uma carta a D. Pedro criticando aquela decisão das cortes de Lisboa, carta divulgada pelo jornal Gazeta do Rio de Janeiro, em 8 de janeiro de 1822.
O Rio de Janeiro iniciou uma coleta de assinaturas, estendendo-a até Minas Gerais e São Paulo que já haviam aderido à causa de emancipação brasileira. As mais de oito mil assinaturas conseguidas foram entregues a D. Pedro por José Clemente Pereira, presidente do Senado da Câmara do Rio de Janeiro, pedindo que ele ficasse. No dia 9 de janeiro de 1822, D. Pedro escolheu desobedecer às ordens das cortes portuguesas e ficar no Brasil,

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Tiradentes


Ninguém sabe ao certo como era sua feição, então você percebe que os todos quadros feitos até hoje com a sua imagem são fictícios.
Há relatos de que na hora do julgamento Joaquim José da Silva Xavier (seu nome verdadeiro) estava de barba e cabeça raspada.
E infelizmente seu quadro mais famoso, datado de 1893 com autoria de Pedro Américo, é com uma imagem de um Tiradentes esquartejado surgindo assim como um Mártir que ressurgiu na proclamação da república no Brasil.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

O Grito do Ipiranga

As Cortes de Portugal querem nos escravizar! Nossas relações estão cortadas. Nenhum laço nos une mais. Pelo meu sangue, pela minha honra, pelo meu Deus, juro promover a liberdade do Brasil. Independência ou Morte!”. Brasileiros, a nossa divisa de hoje em diante, Será Independência ou morte. Estamos definitivamente separados de Portugal”

Constituição Mandioca


Resumindo a Constituição Mandioca foi na verdade uma tentativa e não uma constituição propriamente dita (ano de 1823) que previa um voto censitário,isto é,apenas proprietários de terras que dispusessem uma renda mínima de 150 alquieres de mandioca pederiam votar, daí o nome.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009


Quais os inventos brasileiros mais populares?

Tiago Jokura
Extraído da Super Interessante

Bina
Como foi criado: Saber a procedência de uma chamada era impossível, até que, em 1982, Nélio José Nicolai percebeu que a solução não estava no detector, mas nas centrais telefônicas e criou o B (o que recebe a chamada) Identifica o Número A (que a originou).
Como ganhou o mundo: A Bell, empresa canadense, enviou técnicos ao Brasil e convidou Nélio para reuniões. Em 1986, lançou o Bina violando a patente brasileira. Hoje, a tecnologia é usada em todo mundo.

Walkman
Como foi criado: Em 1977, entre uma festa e outra, o filósofo Andreas Pavel decidiu "levar o som para dentro do tímpano" e não incomodar ninguém com sua escolha musical. Ele modificou dezenas de fones de ouvido e gravadores até montar o aparelho.
Como ganhou o mundo: Em 1979, a Sony lançou o Walkman – sucesso mundial que atropelou as patentes internacionais de Andreas. O brasileiro, nascido na Alemanha, só foi indenizado e reconhecido em 2004.

Relógio de pulso
Como foi criado: Em 1904, a princesa Isabel deu ao aviador Santos Dumont, uma medalha de São João Batista e amarrou-a no pulso dele, para não atrapalhar nos vôos. Ele gostou da idéia e, em vez de continuar amarrando o relógio de bolso no braço com um lenço para contar os minutos no ar, encomendou o primeiro modelo de pulso a Louis Cartier.
Como ganhou o mundo: Na 1a Guerra Mundial, soldados usaram relógios similares. Logo depois, eles se popularizaram.

Cartão telefônico indutivo
Como foi criado: Os primeiros protótipos, feitos de papelão, foram produzidos na casa do engenheiro Nelson Guilherme Bardini, em 1976. Um dos métodos consistia em prensar um pedaço de solda em uma máquina de fazer macarrão.
Como ganhou o mundo: Diversas empresas, em várias partes do mundo, interessaram-se pelo sistema, considerando especialmente o baixo custo e a simplicidade na utilização.

14-bis

Em  23 de outubro de 1906, no campo de Bagatelle, na cidade de Paris, o 14-bis decolou usando seus próprios meios e sem auxílio de dispositivos de lançamento, percorrendo 60 metros em setesegundos, a uma altura de aproximadamente 2 metros, perante mais de mil espectadores. Esteve presente a Comissão Oficial do Aeroclube daFrança, entidade reconhecida internacionalmente e autorizada a homologar qualquer evento marcante, tanto no campo dos aeróstatos como no dos "mais pesado que o ar".



Fonte: Wikipedia

Sport Clube Rio Grande




O time de futebol mais antigo do Brasil é o Sport Club Rio Grande. Em 19 de julho de 1900, a pretexto de comemorar seu 25º aniversário, o alemão Christian Moritz Minemann reuniu 16 amigos no Clube Germânia e fundou o time. Dias depois, os jogadores receberam da Inglaterra chuteiras, calções compridos e camisetas. O único título do Rio Grande foi o campeonato estadual de 1936. Comemora-se o Dia Nacional do Futebol em 19 de julho, dia da fundação do Rio Grande.

A Ponte Preta, de Campinas (SP), nasceu 23 dias depois, em 11 de agosto. Clubes como o Vitória e o Flamengo foram fundados antes do Rio Grande, mas não contavam como times de futebol. O Vitória nasceu como um clube de críquete. O futebol só passou a ser praticado na Bahia a partir de 1901 e alguns anos depois o rubro-negro montou seu primeiro time. Já o Flamengo surgiu como clube de remo (daí seu nome: Clube de Regatas Flamengo) e somente em 1911 formou sua primeira equipe de futebol.
 

Texto extraído do site GUIA DE CURIOSIDADES

O Carro Mais Antigo do Brasil


Clement-Panhard número 475 de origem francesa, fabricado em 1900 com mecânica de Panhard e Lavassor, e importado pelo industrial José Henrique Lanat. O primeiro carro do Brasil chegou à Bahia em 2 de fevereiro de 1901 e circulou pela primeira vez no dia 13 daquele mês e ano. Feito em madeira armada, possuía motor de um cilindro refrigerado a água e situado na traseira do veículo.

As Menores Cidades do Brasil

1 – Borá (SP) – 804 pessoas (foto)
2 – Serra da Saudade (MG) – 871
3 – Anhanguera (GO) – 966
4 – Nova Castilho (SP) – 1.057
5 – Oliveira de Fátima (TO) – 1.801
6 – Araguainha (MT) – 1.120
7 – Miguel Leão (PI) – 1.192
8 – Cedro do Abaeté (MG) – 1.198
9 – André da Rocha (RS) – 1.206
10 – Lagoa Santa (GO) – 1.225

Capitais do Brasil

O Brasil já teve três capitais. Salvador foi a primeira, desde sua fundação, em 1549, até 1763, quando a capital passou a ser o Rio de Janeiro. A mudança aconteceu dia 1º de janeiro, quando o Brasil foi elevado a vice-reino. A capital do país mudou pela última vez dia 21 de abril de 1960, com a inauguração de Brasília , que entrou para a história como a mais conhecida herança do governo do presidente Juscelino Kubitschek (1956-1961).

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Homem mais velho do mundo morre aos 113 anos


O homem mais velho do mundo - o veterano britânico da Primeira Guerra Henry Alligham - morreu, segundo informou neste sábado o lar de idosos em que ele morava, em Brighton, no sul da Inglaterra. Segundo a direção do lar de idosos, "ele estava bastante ativo até os últimos dias".
AP
Henry Alligham
O diretor do lar disse ainda que todos gostavam dele no local, e que sua falta será sentida.

Allingham, que nasceu em 1896, se tornou o homem mais velho do mundo no mês passado. Seu enterro será realizado neste mês, em Brighton.

O veterano, que viveu em três séculos diferentes e seis monarquias no Reino Unido, deixa cinco netos, 12 bisnetos, 14 trinetos e um tataraneto.

Sua mulher, Dorothy, com quem foi casado por mais de meio século, morreu em 1970.

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, prestou homenagem ao veterano de guerra, afirmando que ele foi um homem de grande personalidade.

Memórias 

Allingham ingressou no serviço militar britânico em setembro de 1915. Em novembro do ano passado, ele participou das cerimônias que marcaram os 90 anos do fim da Primeira Guerra.

Antes dos eventos, o veterano disse que, mesmo se quisesse, jamais conseguiria esquecer a guerra.

"Vi muitas coisas que gostaria de esquecer, mas nunca vou esquecê-las, nunca posso esquecê-las", disse ele.

Durante décadas, Allingham se recusou a falar sobre o assunto com sua família, e não participou de reuniões ou encontros de veteranos.

Mas em 2005, ele foi convidado a inaugurar um memorial de guerra na França e decidiu que recusar seria desrespeitoso com seus companheiros de guerra.

Depois disso, o veterano foi homenageado diversas vezes por sua participação no conflito.

No mês passado, a Marinha Britânica ofereceu uma festa de aniversário ao veterano no navio militar HMS President.

A Mulher Mais Velha do Brasil


Ela nasceu no dia 28 de fevereiro de 1880, na cidade de Itapetininga, no interior de São Paulo, mas hoje mora Astorga (PR).

Maria Olívia se casou duas vezes, teve dez filhos e adotou outros quatro - treze ainda estão vivos. Entre netos, bisnetos, tataranetos e tetranetos, são 384 familiares.

O segredo da longevidade, segundo Maria Olívia, é uma dieta à base de arroz, feijão e banana. 

A TV no Brasil





  • A Primeira emissora
    TV Tupi, canal 3 de São Paulo, em 18 de setembro de 1950.


  • O Primeiro programa
    Logo após o discurso de Assis Chateaubriand, inaugurar a TV Tupi ( e a TV no Brasil). Entrou no ar o primeiro programa da TV Brasileira, "TV na Taba". Um programa de variedades apresentado por: Homero Silva, e com participações de: Lima Duarte, Hebe Camargo, Lolita Rodrigues (somente esses 3 estão vivos), Mazaroppi, Ivon Cury, etc...
  • O Primeiro telejornal
    No dia seguinte a inauguração, foi ao ar pela TV Tupi, o primeiro telejornal da TV Brasileira. "Imagens do Dia", com apresentação de Rui Rezende.





  • Os Primeiros anunciantes
    Os primeiros anunciantes da TV Brasileira, foram: Sul América seguros, Antarctica e Moinho Santista.

  • A Primeira telenovela
    Em 1951 vai ao ar pela Tupi, a primeira telenovela de nossa TV. "Sua Vida Me Pertence" de Walter Foster, estrelada por: Walter Foster, Vida Alves, Dionisio Azevedo e Lima Duarte, vai ao ar 2 vezes por semana.

  • O Primeiro programa infantil
    O primeiro programa infantil da TV foi " O Circo do Arrelia", exibido pela TV Paulista a partir de 1953.

  • O Primeiro seriado
    O Primeiro seriado produzido no Brasil foi o "Capitão 7", exibido pela TV Record em 1954.

  • O Primeiro programa de auditório
    Há algumas dúvidas sobre qual foi o primeiro programa de auditório da TV Brasileira, mas divide-se o mérito entre "O Céu é o Limite" de J.Silvestre (Tupi-1955) , o programa de Flavio Cavalcanti (TV Rio-1955), e o "Mulheres em Desfile" programa de Hebe Camargo (TV Paulista)

  • O Primeiro humoristico
    Em 1953, estréia na TV Paulista o primeiro programa de humor da TV, "A Praça da Alegria", apresentado por Manoel da Nóbrega.

  • A Primeira transmissão esportiva
    Foi em 18/09/55 (data em que coincidentemente se comemorava 5 anos de TV no Brasil), quando a TV Record transmitiu o jogo "Santos x Palmeiras" direto da Vila Belmiro
  • O Primeiro programa gravado
  • O Primeiro programa da TV, que não foi ao vivo, foi "TV de Vanguarda" (Tupi-1958), mas não era possível editar o VT.

  • A Primeira telenovela diária
    "2-5499 Ocupado" (Excelsior-1962) é a primeira telenovela diária da TV brasileira, foi estrelada por Tarcisio Meira e Gloria Menezes.

  • A Novela mais longa da TV
    Redenção (Excelsior 1965) foi a novela mais longa da TV Brasileira, estrelada por Francisco Cuoco e Regina Duarte, a novela teve 594 capítulos e durou de 1965 até 1968.


  • A Primeira rede e o primeiro programa em rede
    A primeira emissora a transmitir seus programas em rede foi a TV Globo em 1969, com a transmissão do "Jornal Nacional", para todo o país.



  • A primeira transmissão a cores
    Foi em 1972 com a exibição da festa da uva de Caxias do Sul/RS por uma afiliada da Globo.

  • O programa mais antigo da TV Brasileira ainda em exibição
    O programa mais antigo da TV, que ainda é exibido, é o "Programa Silvio Santos", desde 1962 no ar ( com o nome de "Vamos Brincar de Forca")




    Fonte: http://br.geocities.com/tevebrasil/vocesabia.htm

Princesa Isabel



Nome de solteira: Isabel Cristina Leopoldina Augusta Miguela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bragança e Bourbon


Nome após Casada:  Isabel Cristina Leopoldina Augusta Miguela Gabriela Rafaela Gonzaga de Orléans e Bragança.


Se a moda pega.

Amante de D Pedro I



Domitila de Castro nasceu no dia 27 de dezembro de 1797 em São Paulo, filha de Escolástica Ribas e do Visconde João de Castro Canto e Melo. Titila, como era conhecida carinhosamente por seus irmãos, casou-se aos 16 anos com o militar mineiro Felício Pinto Coelho de Mendonça, com quem teve três filhos: Francisca, Felinto e João. O casamento não durou muito. O marido tinha ciúmes de sua "beleza morena estonteante", como diziam os cronistas da época, que chamava tanto a atenção que os jovens brigavam por um lugar na missa de onde pudessem vê-la melhor. Em 1819, depois de dois anos de brigas violentas, ela recebeu duas facadas na perna, ainda grávida do terceiro filho e ele sumiu. Separada do marido, foi pedir a Dom João VI a guarda dos filhos e o seu divórcio.

Neste momento, Domitila conheceu D. Pedro, que a trouxe para a corte, transformando-a em sua amante oficial. Sua influência sobre ele era tão grande que em 1824 foi designada Dama do Paço, a pedido da Imperatriz Leopoldina, a própria mulher de D. Pedro I, que já sabia, como todos da corte, do romance entre os dois.

Em seguida, D. Domitila recebeu o título de Viscondessa e logo depois Marquesa de Santos. Este título foi uma provocação de Dom Pedro I a José Bonifácio de Andrada, que pertencia a uma família santista. A sua posição política liberal contribuiu para moderar a impulsividade do Imperador. Com ele teve cinco filhos: um menino natimorto em 1823, Isabel, Pedro, Maria e Maria Isabel. Todos eles receberam títulos de nobres logo após o seu nascimento.

Em 1827, após a morte da Imperatriz Maria Leopoldina, a marquesa pensou que se casaria com D. Pedro I, e que seria finalmente a Imperatriz do Brasil. Porém, foi o oposto que aconteceu: ele ordenou a sua saída do Rio de Janeiro, com urgência, para casar-se com outra, D. Amélia. A relação foi rompida, definitivamente, em 1829.

D. Pedro I deu uma indenização à marquesa, que retornou a São Paulo muito rica. Em 1833, ela foi morar com o liberal Rafael Tobias de Aguiar, um dos homens mais abastados da província, mas só casou em 1842. Sua casa foi o centro do espírito maçônico na sociedade paulista. A marquesa se destacava não somente na política, adorava oferecer saraus literários e festas carnavalescas. De seu segundo marido, falecido em 1857, a marquesa teve seis filhos.

Depois de uma vida agitada e polemica, dedicou a sua velhice a auxiliar pobres e estudantes. Morreu em 03 de novembro de 1867, vítima de enterocolite e foi sepultada no Cemitério da Consolação, cujas terras foram doadas por ela ao Estado de São Paulo. 

Beija Mão




O Beija-mão era uma tradição vinda dos tempos medievais, onde era permitido à boa sociedade apresentar-se ao rei e beijar-lhe a mão. Tal cerimônia era considerada uma honra para quem era convidado a participar dela. O problema é que D João VI era extremamente porco e freqüentemente guardava em seu bolso um frango assado do qual ficava comendo e dando a sua mão toda melecada de banha para seus fiéis puxa-saco .

Coroa de D pedro II

A Coroa Imperial de D. Pedro II é talvez a peça mais rara e valiosa das coleções nacionais. Esplêndida obra de ourivesaria brasileira, feita por Carlos Marin, ourives estabelecido à Rua do Ouvidor, 139, no Rio de Janeiro, foi fabricada especialmente para a sagração e coroação do jovem imperador, então com 15 anos de idade. Fornecedor da Casa Imperial, Marin produziu inúmeras jóias e adereços, entre os quais o Globo Imperial, uma das insígnias majestáticas, e o anel da sagração de D. Pedro II. Para a confecção das insígnias de D. Pedro II foram desmanchadas várias jóias de família, conforme consta dos inventários do Arquivo da Mordomia da Casa Imperial, recolhido ao Arquivo Nacional. Para a coroa, foram aproveitados os brilhantes da coroa de seu pai , D. Pedro I, e um fio de pérolas, herança paterna de D. Pedro II. Depois de proclamada a República, foi a Coroa Imperial guardada no Tesouro Nacional onde permaneceu até 1943, quando foi transferida ao recém-criado Museu Imperial, de onde, desde então, nunca saiu.

Instituto Histórico Geográfico Brasiliero

Em 21 de outubro de 1838 criou-se o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, o IHGB, inspirado no Institut Historique, fundado em Paris, em 1834. Membros da "boa sociedade", figuras importantes da elite econômica e literária do Rio de Janeiro, associaram-se de imediato. Desde a sua inauguração o IHGB contou com a proteção de D. Pedro II, expressa por uma ajuda financeira que a cada ano significava uma parcela maior do orçamento do Instituto. Mas foi somente a partir de 1840 que o Imperador, além de participar freqüentemente de suas sessões, tornou-se o grande incentivador da Instituição.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Divisão Política do Brasil, desde as capitanias até hoje


15341572



17091822


19431990

D Pedro I sofria de epilepsia

Há vários documentos da época que confirmam que D Pedro I sofria de epilesia.  Luis dos Santos Marrocos, arquivista de Dom João, por exemplo, escrevendo a Lisboa sobre a situação da saúde da família real no Brasil, referiu-se, entre outras coisas, às crises epilépticas do príncipe.




Embora não faça menção quanto ao início exato das crises, comenta-se que com 18 anos o futuro imperador “já havia sofrido seis episódios intensos da doença”.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Cmpeonato Brasileiro


Todos os campeões do Campeonato Brasileiro de futebol 
1971 - Atlético-MG
1972 - Palmeiras
1973 - Palmeiras
1974 - Vasco da Gama
1975 - Internacional
1976 - Internacional
1977 - São Paulo
1978 - Guarani
1979 - Internacional
1980 - Flamengo
1981 - Grêmio
1982 - Flamengo
1983 - Flamengo
1984 - Fluminense
1985 - Coritiba
1986 - São Paulo
1987 - Flamengo / Sport *
1988 - Bahia
1989 - Vasco
1990 - Corinthians
1991 - São Paulo
1992 - Flamengo
1993 - Palmeiras
1994 - Palmeiras
1995 - Botafogo
1996 - Grêmio
1997 - Vasco
1998 - Corinthians
1999 - Corinthians
2000 - Vasco
2001 - Atlético-PR
2002 - Santos
2003 - Cruzeiro
2004 - Santos
2005 - Corinthians
2006 - São Paulo
2007 - São Paulo
2008 - São Paulo

Vasco Bi-Campeão Mundial

O C.R. Vasco da Gama é bi-campeão mundial, conquistando os títulos em 1953 e 1957, lembrando que ainda falta o reconhecimento da FIFA.




Campanha vascaína em 1953:


1º fase:

07/06/53:
 Vasco 3x3 Hibernian-ESC
[Alvinho (2), Maneca; Reilly (2), Turnbull]

14/06/53: Vasco 2x1 Fluminense
[Sabará, Pinga; Simões]

21/06/53: Vasco 2x1 Botafogo
[Maneca, Pinga; Vinícius]


Semi-final:
24/06/53: Vasco 4x2 Corinthians
[Pinga (2), Maneca, Ipojucan; Baltazar, Vermelho]

28/06/53: Vasco 3x1 Corinthians
[Maneca, Sabará, Dejair; Carbone]


Final:
01/07/53: São Paulo 0x1 Vasco - Pacaembu
[Dejair]


04/07/53: Vasco 2x1 São Paulo - Maracanã
[Pinga (2); Pé de Valsa]



Campanha vascaína em  1957

Chave 1:
12/06/57: Vasco 2x1 Racing Paris


Chave 2:
12/06/57: Real Madrid 5x0 Rot-Weiß Essen


Final:
14/06/57: Vasco 4x3 Real Madrid

http://www.campeaomundial.1br.net/
http://www.netvasco.com.br

Campeões Brasileiros

Todos os campeões de campeonatos nacionais, incluindo o campeonato brasileiro, o antigo Robertão e a Taça de Prata entre outros






1° - Palmeiras (1960/67/67/69/72/73/93/94)  08
1° - Santos (1961/62/63/64/65/68/2002/04)   08
3° - São Paulo (1977/86/91/2006/07/08)......06
4° - Flamengo (1980/82/83/87/92)...............05
5° - Vasco da Gama (1974/89/97/2000).......04
5° - Corinthians (1990/98/99/2005)..............04
7° - Internacional (1975/76/79)...................03
8° - Grêmio (1981/96).................................02
9° - Fluminense (1970/84)..........................02
10° - Bahia (1959/88)..................................02
11° - Botafogo/RJ (1968/1995)....................02
12° - Atlêtico/MG (1936/71).........................02
13° - Cruzeiro (1966/2003)..........................02
14° - Guarani (1978)...................................01
15° - Coritiba (1985)...................................01
16° - Atlêtico/PR (2001)..............................01
17° - Sport Recife (1987)............................01
18° - CA Paulistano (1920).........................01

Trabalho de geografia dos alunos do colégio D. Pedro II de Blumenau

Neste trabalho os alunos do 1° ano 3- do ensino médio tinham de realizar uma campanha política completa, para os alunos de 3ª e 4ª série do ensino fundamental, e este é o seu vídeo de publicidade, ficou bem legal e engraçado.

A História das Coisas

A poluição que nós causamos e o consumismo desenfreado dos países desenvolvidos e também o problema do lixo. Tudo isso neste vídeo, que aliás é muito bom

Xenofobia

A Xenofobia é a aversão ao estrangeiro. Assista a este vídeo do ARCHEMED o terrorista morto e veja o que eu estou falando, divirta-se.

domingo, 18 de outubro de 2009

Batalha das Toninhas

O Brasil entra na Primeira Guerra Mundial em outubro de 1917, ou seja faltando apenas um ano para o fim da da guerra.
A sua participação foi ridícula eu diria, pois não fez absolutamente nada, só tinha a obrigação de cuidados médicos e ainda sim foi para o lugar onde tinha a maior epidemia de gripe  espanhola que ocorria naquele ano.
E a famosa Batalha das Toninhas foi um verdadeiro fiasco, pois pensando ser um contingente de submarinos alemães tacaram-lhe bala nas pobres coitadas.
Confira o professor Carlão comentando sobre o assunto.